Tem misericórdia de mim

O primeiro sermão que preguei na “igreja”, quando eu ainda tinha apenas 12 anos, foi sobre o cego Bartimeu e seu insistente clamor, “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!”, mesmo com a multidão pedindo que calasse.

Após algumas décadas, nada soa tão forte e tão claro no meu coração quanto o grito perseverante dele: “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!”

Ainda bem que Jesus não ouve a multidão contrária, mas sim o coração que, mesmo em silêncio, não cessa de clamar: “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!”

Suas misericórdias não tem fim, já dizia o profeta Jeremias… isto é antigo!

Com Dores na Alma

Em alguns momentos parece impossível suportar a carga das aflições, externas e internas, que a vida nos impõe. Contudo, ao olharmos para trás, percebemos tantos outros “momentos insuportáveis” que conseguimos vencer.

 

Enfim, chegamos até aqui…

 

Só mesmo a bondade e a misericórdia de nosso bom Deus para nos sustentar, pois se elas não se renovassem em nossa vida a cada dia, já teríamos sido consumidos!

 

Mesmo com dores na alma, podemos caminhar confiantes no amor daquele que nos faz mais que vencedores em todas as tribulações, não havendo nada que possa nos separar deste Amor.

 

LEIA TAMBÉM:

Minha Segurança e Paz
Se Enxergar no Evangelho