EnglishPortugueseSpanish

Disciplina na Igreja

Sobre a disciplina eclesiástica... dis-ci-pli-na é irmã do dis-ci-pu-la-do. Quando há pecado, a disciplina vem de Deus para seus filhos amados, quando eles precisam ser tomados pela mão e guiados no caminho do Evangelho.

Sobre a disciplina eclesiástica… dis-ci-pli-na é irmã do dis-ci-pu-la-do.

 

Quando há pecado, a disciplina vem de Deus para seus filhos amados, quando eles precisam ser tomados pela mão e guiados no caminho do Evangelho.

 

Quando há pecado, a disciplina da “igreja” só é disciplina quando for cheia de misericórdia e amor, como a que vem de Deus. A “igreja” só disciplina quando ela discipula, tomando pela mão quem caiu e indo com ele até a cruz de Cristo, onde os pecados são perdoados e onde há restauração.

 

Há disciplina quando os que tomam o ferido pela mão são pessoas que se sabem feridos-curados pela mesma graça que agora dispensam ao outro e assim não se esquecem que carregam marcas de pedaços de pau nos olhos.

 

Há disciplina quando não se expõe o pecador para execração pública, antes o protege e cuida dele.

 

Há disciplina quando se cura a ferida com lágrimas e abraços.

 

E tal disciplina acontece na caminhada do dia-a-dia, quando todos nós sujamos os pés pelo caminho.

 

Não acontece em concílios. Não acontece em reuniões de juízes eclesiásticos, onde o processo disciplinar toma prevalência sobre os princípios simples do Evangelho.

 

Se não é conforme a simplicidade e o amor e misericórdia do Evangelho, então não é disciplina, é castigo.

 

 

LEIA TAMBÉM:

Seguir a Jesus Sem Religião
Se Enxergar no Evangelho

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
adailtoncesar

adailtoncesar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cADASTRE-SE!